27 de dezembro de 2006

Desbravar o Natal de 2006

Muitos são os que dizem que actualmente vivemos um Natal de consumismo, onde apenas há lembrança para as prendas e nos começamos a "esquecer" (se é que me entendem) das pessoas a quem damos as prendas.
Eu agora já nem vou entrar por aí.
Ontem vi no Jornal da noite, os milhões de SMS enviados na noite de consoada, tantos que me custa imaginar. Lá diziam que cada português recebeu em média cerca de 40 e tal SMS, não há dúvida, um número um pouco elevado...
Isto das médias tem muito que se lhe diga, uma vez que são muitos os que se encontram na situação da minha mãe, que dificilmente atinam com o código PIN, quanto mais em enviar uma SMS...O que nos deixa, com muito boa gente a receber bem mais que as ditas 40 e tal SMS.
É precisamente aqui que quero chegar.
Nos dias de hoje, como se já não bastasse a obsessão em comprar prendas para todos os amigos, conhecidos e aqueles que cinicamente queremos que deixem de ser nossos inimigos, passamos a noite de consoada toda de volta do telemóvel!

Filho, anda ajudar aqui na cozinha SFF
- Não posso, estou a mandar uma SMS

Filho anda jantar, o bacalhau ta a arrefecer...
-Já vou, é só mais esta SMS

Filho, anda ajudar a comer os doces...
-Não me apetece (e lá continua ele de volta daquela cena preta que não pára de apitar)

Filho, olha, e abrires as prendas, não?!
- Tenha lá mais calma mãe, não vê que é Natal? Escusa de gritar... sempre com essa má disposição, não vê que ainda me falta responder a 3 SMS de boas festas?!

Pois muito bem, é a este ponto que começamos a chegar, obcecados por desejar um Feliz Natal a todos os contactos que temos na nossa lista telefónica, acabamos por esquecer que para lá do mundo (Eu e o meu telemóvel) também há uma família, que começa a ficar para trás sempre que recebemos uma SMS.
Este Natal o meu telemóvel bem se fartou de gemer, mas para lá ficou, a apanhar o frio daquele parapeito gelado, e graças a **** estava quase sempre sem rede!
Para o ano que vem, desculpem-me, mas estou a pensar seriamente em deixar o telemóvel desligado. Afinal se o Natal é para estar com a família...

4 comentários:

mourinhofan disse...

Eu, pexoalmente n kurto k me mandem exas msg, e se mandam tb n me dou ao trabalho de responder.
O Natal e p paxar kom a familia e n kom 1 aparelho minuskulo k so funxiona kando lhe apetexe.

Eskexeste te de menxionar k as pexoas sem vida soxial tb kontam para a média.

Cláudia disse...

O Natal é, de facto, um momento propício para estar com a familia e cada vez mais fazemos desta quadra uma altura de consumismo.
Em realção aos "famosos" SMS o diálogo que apresentas retrata muito bem o quotidiano dos últimos dias do mês de Dezembro.
Contudo, não nos podemos esquecer que os Amigos são parte integrante da nossa vida e os "ditos gemidos" que o teu télélé sofreu :) são fruto da amizade que tens com eles e que não se esqueceram de ti.
Por isso, não tens que ficar assim, mas pelo contrário....CONTENTE! Afinal os "Amigos são para sempre! (quer nos bons ou maus momentos).

P.S Desculpa, posso te mandar um mail no fim do ano? :)

Bruno disse...

Foi para evitar situações como estas que enviei todas as sms que tinha para enviar no dia 17 ou 18, além de aproveitar uma boa parte de sms's à borla fiquei com o assunto resolvido.
Mesmo assim o tlm lá se fartou de apitar, sms para aqui sms para ali.. humm.. deixa cá ver..

...

...olha tenho aqui uma tua no dia 24! :D

Até um dia destes my friend!

Laudinha disse...

Pois é.. pensasvas que não comentava?? Lol bem te enganaste =P aqui vai.. lê e surpreende-te.. espero k não fique uma seca.. lol =P**

Depopis de ter lido o texto fiquei uns quantos dias reflectir acerca do mesmo (até parece uma reflexão para uma certa disciplina.. lol :P)..de facto e mais uma vez tens razão.. como (quase) sempre :P e o que te vale é o teu poder de pressuasão (xculpa se não for assim que se escreve.. lol)... lol mas de facto o Natal é mais do que um tempo de dar e receber prendas daqueles de quem gostamos ou daqueles como tu referes no texto dos quais nos lembramos quase que por "obrigação" ou porque fica bem e não queremos passar por mal-educados.. :S..
Estava eu no outro dia a ler um texto eis senão quando me vem à memória uma das tuas frases: " prendas de Natal.. chama-lhes o que quiseres..eu nunca peço prendas de Natal nem de anos, perdem o significado.." de facto tens razão..(poxas pareces a voz da minha consciência.. para não dizer outra coisa.. lol :P)então aqui vai:
" Que o Menino Jesus, ao nascer entre nós, não nos encontre distraídos ou dedicados a decorar com luzes as nossas casas.

Decoremos mais no nosso espírito e nas nossas famílias uma digna morada na qual Ele se sinta acolhido com fé e amor."
=) Bijinhos gands! ***Laudinha***

P.S.- Mas confessa lá é bom sabermos que existem pessoas que se lembram de nós,não só mas também.. lol, nestas alturas às quais muitas delas damos o nome de AMIGOS..! =P*********