18 de dezembro de 2006

Conversas de circunstância


Ora aqui vai mais um texto de extrema utilidade para todos nós e que exige uma consulta obrigatória semanal, quanto mais não seja, para aumentar o número de visitantes a este Blog...

Sendo assim fiz um elaborado trabalho de introspecção, do qual consegui arrancar 6 excelentes tópicos de conversa de circunstância:


Com os colegas da escola...
-O teste é já para a semana e eu nem sequer sei o que estamos a dar!

Com os nossos colegas de trabalho...
-Então, que turno é que fazes amanhã?

Com os nossos amigos da faculdade...
-Temos que nos juntar... !

Com os amigos dos nossos pais...
-É só dizer no que trabalhamos, onde e se gostamos ou não do que fazemos. Depois é pôr aquele sorriso treinado ao longo de vinte e tal anos, à espera da pergunta que nunca falha – “Então e a namorada, quando é que apresentas?”

Com os nossos vizinhos que raramente vemos...
-Fala-se do tempo, esse grande tema que nos salva na hora “H” dos tempos mortos no diálogo.

Com os “cotas”...
-Não é preciso fazer, que eles fazem por nós!

2 comentários:

Cláudia disse...

"Conversas de circunstâncias"...hum...pois são! Sem dúvida!:)
No entanto, lá que as circunstâncias encaminham para "dois dedinhos" de conversa, isso tb é verdade!:P
Enfim..., sejam conversas de circunstâncias ou não, tudo começa com um: olá, td bem?
**jts** ;)

Manaka disse...

A imagem do homem a falar com a estátua não tem preço... Está demais! A prosa também está óptima! Continua assim Zap!
Respect