4 de outubro de 2006

Mira Douro

00h49
Venho estrada fora. Do outro lado da serra vejo as luzes dispostas num aleatório geométrico.
Ligo os máximos. A iluminação da estrada é fraca.
Vem lá um carro... desligo os máximos.
À esquerda um miradouro genuíno... Daqui posso “mirar” o Douro...o Rio Douro.
Encosto o carro.
Pego no telemóvel e escrevo-te a mais bela mensagem de sempre.
Sento-me. Ligo o mp3 e ali fico, só com a cara iluminada pela luz branca do telemóvel e com um fone no ouvido. O outro fica livre para ouvir os barulhos da noite.

A espaços passa um carro, mas tu nem a espaços me respondes...

Não faz mal.. alguém no meu ouvido esquerdo canta baixinho...
“.. é que hoje parece bastar um pouco de céu...”

2 comentários:

Laudinha disse...

Olá Pedrinho! =P pois é acho que já disse isto algumas vezes mas nunca é demais lembrar..lol :)

"A vida é feita de momentos de eternidade..." o significado desse local já ninguém to poderá tirar.. é só teu... lolol :P

Ah outa coisa por muito que por vezes nos custe os momentos vividos são únicos e não se repetem... lol... (por vezes era mesmo o que quereriamos...lol.. que esses mometos se repetíssem mas isso é impossível e deste modo por vezes passamos a viver num mundo de ilusão =P )

Por vezes a intensidade da iluminação da estrada onde estavas é a mesma que ilumina a vida de cada um de nós... lol... o pior é que mesmo com máximos parece que não conseguimos ver a linha orientadora... =P bom é existirem AMIGOS como o vizinho da rua de cima que dá pelo nome de Pedrinho, conheces?? Lol =P BIGADA POR TUDO!! Bjinhos gandes pa ti de alguém que aturas e que GOTA MT DE TI!!! ****Laudinha****

soni disse...

..há alturas em que se pede tanto e outras tão pouco..

"...não quero levar o que dei, talvez nem sequer o que é meu.. "

* * *