24 de setembro de 2006

Bodyboard


Sem treinador;
Sem adversário;
Sem arbitro e sem faltas;
Sem vitórias e sem derrotas;
Sem ilusões,
mas acima de tudo... sem preocupações.

Só o mar e a minha prancha.

Já tinha saudades...

4 comentários:

Laudinha disse...

Olá Pedrinho! Ah pois é eu parece-me que conheço aquela onda...acho que ainda é daquelas que eu guardei expressamente pa ti naquele dia em que "o pessoal da rua se cortou" e tu não tinhas carro.... lololol =P diz lá que não sou tua amiga... passado duas semanas ainda estavam lá à tua espera.... =P Bjinhos de alguém que GOTA MT DE TI! ***Laudinha***

soni disse...

... Sem tempo p'ra acabar!

A melhor resposta p'ra quando se faz algo que se gosta, que se precisa!
* * *

Tavarez disse...

"Primero estaba la mar..todo estaba oscuro.No habia sol, ni luna, ni gente, ni plantas.La mar estaba en todas partes.La mar era la madre:la mar no era gente,ni nadie, ni cosa alguna.Ella era el espiritu de lo que iba a venir. Ella era el pensamiento y la memoria." Nada melhor que o surf para nos sentirmos bem. Abraço

Crispi disse...

Only a Surfer Knows the Feeling!!!