14 de fevereiro de 2006

14 de Fevereiro

Estou à 5 minutos no parapeito da janela, o sol bate na rua deserta, e a claridade obriga-me a proteger os olhos de vez em quando.

Estou a tentar lembrar-me do verdadeiro conceito deste dia...tanta coisa na Televisão, Rádio, Internet.. mas afinal que dia é hoje?

Hoje tive acesso a um postal que duas crianças de 9 anos trocaram entre si, onde um deles na sua inocência escreveu:

“ Como hoje é dia dos namorados, decidi mandar-te este postal para dizer que gosto muito de ti... Desejo-te um resto de dia de São Valentim muito feliz... Obrigado por sermos amigos... Beijinhos”

As crianças não admitem a acomodação, monotonia, traição, simplesmente fazem-no com o coração!

Pena que esta inocência nos deixe tanta saudade, porque com 9 anos,

inocência é sinónimo de verdade...

é algo mais, que se perde com a idade...

5 comentários:

Carolina disse...

Adorei o que escreveste!Tens muito jeito. Beijinhos da Carolina

Bruno disse...

Tá excelente!!!

Mas depois de ler este texto, ficas-te sem desculpas!!! Pois para estares à janela é porque tens tempo livre, logo se tens tempo livre, tens tempo para te encontrares mais vezes com os amigos!!!!

Apanhado...

:P

zana disse...

Inocência impertinente que dança com as lembranças junta com a saudade.

É a maior pureza associada á felicidade, essa locomotiva que nos move com vontade...

Crescemos e ficamos à espera que ela continue intacta, pura, intocada, inalterada pelos nossos erros e lembranças... ficamos inocentes à espera que a inocência dessa idade não se afogue com a vida...

Cátia disse...

Tenho lido o vosso blog com alguma frequência..embora este seja o primeiro comentário que faço, porque acho que cada palavra que eu possa escrever, não reflecte na realidade a beleza destes vossos momentos de "loucura".. e quando digo loucura é a mesma que impele todos os grandes nomes da literatura a publicarem os textos que lhes vão em mente!! Agora reportando-me ao "14 de Fevereiro"..é tão bom ser criança e poder mandar postais com a simplicidade e a beleza com que os adultos não se atrevem a fazê-lo, "acresce-nos o bom-senso" pensam..redondamente enganados. Ora meus senhores e minhas senhoras, esqueçam as imposições da sociedade..e arrisquem..sejam crianças e amem...amem até não poderem mais...

Laudinha disse...

Olá! Parece que hoje estou inspirada.. lol então aqui vai: "Pensar é estar doente dos olhos.. amar...é a eterna inocência.." segundo o que me parece, para mal de todos nós, essa mesma inocências por vezes vai-se perdendo e deste modo corremos o risco de nos tornarmos seres "insentimentais"... dá que pensar!!!! =P Muitos beijinhos da Laudinha.