9 de maio de 2005

Serás tu?

(A partir de hoje vou começar mais um espaço no nosso blog onde possa colocar os meus esquissos… a ideia é desenvolver uma história contínua, mas nem prometo que o faça nem que seja breve na continuação! Cumprimentos aos leitores do 3M² Project.)

Sentei-me… olhei para o céu, estava lindo. Os pássaros voavam de um lado para o outro numa dança reconfortante, o Sol recortado por uma faixa laranja anunciava que o pôr do sol estava para breve. Pensei em ti…
Serias tu a tal? O tesouro que procurava há anos, a pessoa com quem podia partilhar e viver os sonhos? Ou serias apenas mais um daqueles pequenos devaneios, daquelas partidas que os sentimentos estavam a provocar mais uma vez em mim? Estava cansado… tantos sentimentos vividos de força intensa e nada! Ainda nenhum resultado positivo!
Lembrei-me então da vida… tudo o que tinha vivido até aqui, como é que o podia classificar? Será que podia dizer que o destino tinha sido mau para mim? Então e as pessoas que nascem sem lar, sem ninguém que lhes dá atenção, ninguém em quem podem confiar e desabafar os seus problemas, partilhar os seus medos e sentimentos. Sem alguém que lhes dê carinho nos momentos difíceis e os enalteça nos bons momentos. Eu tinha tudo isso! Mas e então poderia afirmar que tinha sido tudo bom? Bem, para quem é né? É complicado criticar o passado quando até vivemos comodamente, rodeados de pessoas que nos querem bem. Mas falta sempre qualquer coisa, ou talvez não. Afinal até gostava do silêncio e da solidão…
De repente começo a ouvir:
- Eagler, não vens jantar?
Não podia acreditar! Acordei do meu êxtase. Era a minha mãe a chamar pelo que dizia pela terceira ou quarta vez.
Mais um dia estava a terminar e ainda não tinha feito tudo o combinado para o trabalho que andava a fazer… tinha sido mais um daqueles dias que passam e não se dá conta e mais uma vez por tua causa.

2 comentários:

Sam disse...

Parece que vai ser uma boa historia..
Parabéns!

zana disse...

Bem...
Gostei.. tens boas ideias, apesar de haver algumas partes confusas. Mas continua, acho que vais no bom caminho ;)

Por mais dificil que pareça nunca desistas dos teus solhos...