13 de junho de 2010

Encontro perfeito (ou não)


Um banco de jardim...
O Sol radiante mas ameno de uma tarde de Primavera.
Os pássaros a entorarem aquela melodia alegre...
O cheiro do mar bem ali ao lado, o mar que considerava seu!
Tudo parecia perfeito.
...
- O que estás disposto a fazer por mim?
- ...
- Sabes, já imaginava, apenas talvez não quisesse ver.
...
Depois de mais um bom momento de partilha, mais uma adeus.
Com ela ficou certeza de que eram bons amigos mas não iria passar disso, ele continuou a sua vida sem sequer se aperceber do que se estava a passar.

3 comentários:

Ivania santos By DIAMOND disse...

Que lindo!!

<3

Maçã e Canela disse...

que lindo, bem escrito=)

Anónimo disse...

Os encontros perfeitos não se fazem pela envolvente da paisagem, ajuda é verdade, mas fazem-se pela sinceridade, pelo carinho, pela conversa e acima de tudo pelos gestos e o olhar... pode até ser num parque de estacionamento bem perto do local de trabalho dentro de um carro menos confortável...