15 de janeiro de 2010

Enfermagem hoje em dia



Podíamos começar o ano com uma proposta do Ministério da Saúde para aumento salarial e a implementação de uma amostra de carreira em Enfermagem por mais pequena que seja?
Podíamos!...
Mas não era a mesma coisa!

Realmente é muito mais giro trabalhar todos os meses 60 horas durante a noite, mais sábados, domingos e feriados (Natal, Pascoa e Passagem de Ano é igual à quinta-feira de ontem, ou seja igual ao... litro).
É tão bom um Enfermeiro gozar o seu feriado de Natal num dia qualquer de Janeiro a meio da semana, quando toda a gente à sua volta está a trabalhar... Podemos fazer rabanadas só para nós, sonhos, ah e o bolo rei apenas a dividir por um. Que bom!
Fico mesmo feliz, pelos 995€ que nos são agora propostos, porque ganhar 1020€/mês, realmente, já era um balúrdio! Upa, upa.
Não queria eu agora mais nada, estudar Enfermagem durante 4 anos e ganhar mais que 6,7€ à hora.
Então afinal de contas os Enfermeiros apenas espetam aquelas coisas afiadas num sítio qualquer das pessoas.
Não têm nenhuma responsabilidade sobre a vida humana, o sofrimento, a morte, não trazem ao mundo novas vidas, não salvam vidas, nem têm saber cientifico e opinião crítica. Não correm perigos de contágio, agressões físicas e verbais, nem dão apoio às famílias dos utentes. Não fazem ensinos, educações para a saúde, acompanhamento da grávida e desconhecem o que é ter um papel primordial no planeamento familiar e cuidados domiciliários. Imaginem até que nem sequer são eles que estão constantemente a avaliar os utentes, quanto mais cometer a loucura de lhes perguntar se estão a sentir dores.
Os Enfermeiros são apenas uns quaisquer desgraçados que para ali andam dum lado para o outro, não sei bem a fazer o quê (será a fazer alguma das coisas acima mencionadas?!!!), a quem toda a gente recorre em primeiro lugar mas se esquece rapidamente.
Digamos que são como se fossem aquelas coisas que há ao longo da costa marítima, os faróis...
Então e se diminuíssemos a intensidade de luz dos todos os faróis da costa Portuguesa, a luz continuava lá?!
Continuava!
Mas não era a mesma coisa!

Está bem que não somos, nem queremos ser comandantes de Navios, mas está-me cá a cheirar que naqueles dias de nevoeiro... muitos eram os barcos que poderiam encalhar!

Bom, se quiserem uma sacholinha para nos enterrar um bocadinho mais... é só pedir;)

Manifestação, 29 Janeiro. Eu vou!

4 comentários:

sara lóló disse...

Acho vergonhosa a maneira como os Enfermeiros são tratados.

Anónimo disse...

Meu caro! Grande post...

Anónimo disse...

Olá!

Como futura enfermeira adorei o teu post. Realmente os enfermeiros são pouco valorizados e a meu ver é uma profissão linda e muito necessária.

Tb tou lá na manifestação:)

Beijinhos
Joana (vizinha)

MentalMente disse...

Queria aqui mostrar a minha solidariedade com a v/ luta. Tivémos a sorte ou o azar de nascer no rectângulo à beira mar plantado, onde os quadros são tratados abaixo de cão ( com excepção dos meus dois). É lamentável que façam isto aos enfermeiros. Aos cursos relativamente recentes deram-lhe um nome pomposo de licenciatura e recebem menos do que uma respeitável "operadora de limpeza". Força não desanimem..., mas lembrem-se que ser enfermeiro não é que pode mas é quem quer... Os doentes contam com vocês e coitados a maioria não tem culpa. Bem haja pela v/ profissão
Uma nota: Não sou enfermeira.