9 de janeiro de 2009

Mente Feminina


Continuo sem perceber a vossa linha orientadora de pensamento.
Aqui à atrasado, disse a alguma de vós: "tens umas bochechas que dão vontade de apertar", eu que na minha mente inocente, pensei que estaria a dar um elogio, não!
Fui imediatamente acusado de insulto porque no fundo ( segundo ela) o que eu queria dizer com tens umas bochechas "apetitosas", seria: estás é a ficar gordinha...
Digam-me que resposta é que poderei dar a isto?
Não dá, simplesmente não dá!
Começo a não saber que mais dizer quando me dirigir a uma rapariga, uma vez que qualquer palavra que sai da minha boca é imediatamente distorcida.
Posto isto, não tive outra alternativa senão deslocar-me novamente à Vila dos pedidos mais estranhos.
Vesti um kispo, umas botas para a chuva, um chapéu de aba bem bem larga e fiz-me à estrada.
A vila estava diferente, pelos vistos tinham andado em obras à pouco tempo. Vejo que alargaram os passeios e fizeram na praça principal dois campos de jogo orientado. Num joga-se ao "mata" e no outro aos "policias e ladrões", realmente só mesmo aqui nesta vila é que se vêm miúdos na rua...
Deu-me cá uma vontade de ser ladrão outra vez...
Ao fim de uma pequena procura lá encontrei a "Rua dos Vários Caminhos" e uma extensa fila de homens que fez lembrar as que temos na nossa loja do cidadão... algo me disse que tinha encontrado o que procurava.
"Gabinete de apoio ao homem incompreendido", era assim que constava no letreiro à entrada do estabelecimento.
Dirigi-me ao senhor das informações...

Indivíduo (I) - Bom dia, eu queria apoio legal numa questão de má interpretação por parte do sexo feminino.
Senhor das Informações (S.I.) - Bom dia! Está no local correcto, mas informo-o já que tem um tempo de espera de cerca de três horas.
(I) -Três horas?! Então mas porquê?
(S.I.) - Pois, suponho que pela mesma razão que o senhor está aqui. O estabelecimento está a ficar sem capacidade de resposta nos últimos tempos. Actualmente os homens começam a sentir algo que dantes nunca existia. Não porque as mulheres do antigamente compreendiam os homens, mas talvez porque agora eles precisam que elas os compreendam, e como o senhor deve compreender, nem sempre é uma coisa fácil de acontecer.
(I) - Quem já não compreende nada sou eu! Mas você está do lado delas? É que com esse palavreado todo, fiquei na mesma.
(S.I.) - Eu já sei o que o preocupa... não sei se reparou, mas pessoa mais informada que eu não existe...
(I) - Já se deixava era dessas piadas sem graça nenhuma!...
(S.I.) - Olhe, para a próxima não lhe fale das bochechas... Diga-lhe logo que ela o deixa maluco. De meias palavras estão os discursos dos encalhados cheios. E que eu saiba, barco encalhado no porto nunca atracou.
Por isso, como já vi que você é mais um encalhado, só tem uma opção, avançar! Claro que em barco encalhado, facilmente o casco pode romper e começar a meter água, mas se o porto não estiver muito distante...
(I) - Pois, mas eu não quero chegar ao Porto nem muito menos a Lisboa. Apenas fiz um comentário sobre as bochechas de uma rapariga e sou logo incriminado, porque segundo ela: se disse 8, queria dizer 80, não tive foi oportunidade de acrescentar o zero "0".
(S.I.) - Mas tenho que ser eu a ensinar-lhe tudo? Esse tipo de comentários são proibitivos para o sexo feminino.
Expressões como "tens umas bochechas que dão vontade de apertar" , "até que enfim que enches as calças", " a tua anca dá vontade de agarrar" e "quando é que vens correr comigo?", são logo mal interpretadas.
Na mente delas apenas têm uma tradução: Estás a chamar-me gorda!
(I) - Então e que faço eu perante esse fenómeno?
(S.I.) - Se lhe dissesse a solução acha que eu ainda teria emprego? Claro que não! Pergunte-lhes a elas, pode ser que tenha alguma sorte...

Ou então... três horas...

3 comentários:

Rakiely disse...

problema comum esse^^

nós, mulheres, também temos um parecido relativamente aos homens...que basicamente se baseia quando dizemos um comentario do género: 'estás giro hoje'...'cheiras bem'..muitos de vocês pensam logo: 'está-se a fazer a mim' (ATENÇÃO!: nao estou a dizer que TODOS pensem assim!!), quando , na verdade, estavamos apenas a ser simpaticas^^


compreendo que a tua (permite-me tratar-te por tu) inteçao fosse somente fazer um comentário, quer tenha sido ele inocente ou com 'segundas intenções', como disse o senhor da informaçao^^

é claro que muitas de nós pensamos assim, 'está a dizer-me que sou gorda!' no entanto, só para ficares com uma ideia, sabes o que responderia se um amigo me dissesse isso? : 'sao fofinhas nao sao?!' =) nao julgues o todo pela parte*

tenta ter mais calma e ter em conta um factor que te 'revelo' seguidamente =P cá vai: muitas de nós temos esses pensamentos sabes porquê? porque tentamos sempre estar no nosso melhor para agradar quem nos rodeia,principalmente um homem quando gostamos dele, e para nos agradarmos a nós mesmas. e o que é que isto revela?! falta de confiança e segurança em nós =)

tal como vocês ^^

abraço*

amdba disse...

olá... boas noites... permite-me comentar este texto acerca de nós mulheres... nós mulheres muitas vezes não expressamos o que sentimos por vergonha... talvez essa rapariga a quem te dirijiste ficou surpresa com o teu comentário, por alguma razão que só ela saberá, e não teve outra escapatória, senão responder com uma frase "clixe" no mundo das mulheres! talvez também ela queira saber ao certo porque lhe fizeste esse comentário!... no meu ponto de vista até foi um elogio... mas tudo influencia uma resposta ... o meio envolvente... a situação em si... pensa... a resposta pode n ter sido das melhores... mas o meio também pode n ter sido o mais adequado!... :) Não sei se o Sr das Informações tem razão em relação aos comentários dos homens serem sempre com 2as intenções... se calhar nessa situação especifica até nem foi... tal como os nossos, mulheres, também podem não o ser... depende da mente de cada um... e do sentimento em causa... beijos

Maguie disse...

E não estaria ela apenas a dar-t a volta ao miolo...nós gostamos disso tb...LOL!!!
Complicadas...no mínimo!ela apenas queria que lhe disseses...tás linda, como sempre!