10 de janeiro de 2008

Angústias ... ou talvez não



" Caro Sr. Homem do Pó.
Espero que esta carta que hoje escrevo, encontre o senhor e os seus bem de saúde.
Por cá tudo está bem, temos todos tido saúde e felizmente trabalho não nos tem faltado, em face do mesmo não nos podemos queixar.
Como pode constatar, eu ultimamente tenho recebido de bom grado as suas encomendas. Arranjo sempre um cantinho para os novelos de pó debaixo da cama, algumas migalhas acondicionam-se dentro do teclado do PC e as vezes chego mesmo a treinar assinaturas na secretária deste.
Regularmente acamo cuidadosamente uma película protectora da madeira em todas as faces superiores da estante, e nos lugares onde esta começa a tapar a cor de origem do móvel coloco livros em cima, de modo a não me ferir a vista.
Assim tenho passado, mais feliz, desde que acatei um conselho que ouvi para aí... somos mais felizes se limparmos menos a casa e sairmos mais dela.
Até me tenho dado bem com o esquema. Passo menos tempo em casa, logo o pó faz-me menos diferença! Faço o favor de aspirar o menos vezes possível, e poupo o pano do pó, que assim me dura para mais anos.
Os meus pais raramente entram no quarto, e eu quando cá estou dentro é quase sempre de olhos fechados, por isso...
Cumprimentos meus ao Sr. Homem do Compromisso.
Junto envio fotografia para reportar a veracidade do acima citado.
Sem outro assunto, aguardo com serenidade pela sua carta.

Respeitosamente,

ZapporssoN

2008/01/10"

2 comentários:

Pipabagagrifas disse...

LOL

adorei...

Fantabulásticooo

CarMG disse...

Pedrinho, tu promete-me uma coisa... se alguma vez o Senhor Homem do Pó te responder tu avisa-me... é só para eu te levar a falar com uns senhores simpáticos k eu conheço.P lol

Fora isso... a carta n está má lol