6 de julho de 2007

Os “Oitava Maravilha”…pela Europa



Acabou a aventura, para trás ficam peripécias inesquecíveis, cantigas e rizadas (excepto nos momentos em que “alguém ficava faminto e/ou com sono, ou “alguém” que acabava de acordar” e muitos jogos divertidos que se tornaram rotina, “Vai um Três-pa-Três com marcação cerrada?” (para eles o seu jogo preferido).
Em busca do nada, exploraram os melhores lugares da natureza e o brilhantismo da capacidade humana. Paisagens no seu estado bruto, quase que intocáveis, ficarão para sempre na memória. Monumentos com grandes fachadas e Pontes indescritíveis nunca cairão no esquecimento.
Foi um belo estilo de vida, onde o cansaço era o motor de arranque para o dia seguinte, e mais ou menos de dois em dois “passos” lá se encontravam eles perante um novo idioma.
Para sempre recordarão estas datas, com mais ou menos intensidade, sobram as lembranças por ter sido tão gratificante, mas não deixam saudades, deixam sim vontade de fazer algo semelhante, na tentativa de superar tamanha experiência.
Aceitaram o desafio, chegaram, viram e, “uns mais rápidos que outros” mas enfim, Venceram…
Para sempre serão os melhores da Europa, agora segue-se o resto do Mundo…vencerão, certamente…

2 comentários:

soni disse...

Ahh bomm =D .. estava esperando, ansiosamente, por este post!
..só para poder ter "aquela ideia", imaginar qualquer coisinha, sei lá.. =P

Mas bem, eu entendo.. tornar maravilhas em palavras tem sempre o seu 'quê' de custoso! =)

* * * bijinhuss pos manOs!

TiTi disse...

só faltou o TiTi