14 de maio de 2007

Eurovisão 2007


"Será que eu estou a ouvir bem?" Foi a primeira coisa que eu pensei!
"Não, só podem estar a gozar!"
É só de mim ou a musica que Portugal levou ao festival da Eurovisão era uma autentica fantochada?!
Sinceramente, cada vez percebo menos disto. Bem sei que de musica pouco percebo eu, mas cada vez tem mais sentido uma teoria que eu venho desenvolvendo. Tenho a impressão que Portugal assinou algum tratado europeu que o proíbe de levar a este festival musica de grande nível. Quero dizer, grande nível já nem pedia, bastava médio, ou mesmo medíocre +, ali entre a positiva e a negativa, rés vés campo de Ourique, entre a espada e a parede. Agora esta coisa...esta música... esta música avançou foi logo para a espada!!!
E a letra, atentaram bem à letra?
"Dança comigo eu dou-te o céu que há em mim"
"Dança comigo ********"
"Dança comigo que nos teus braços eu vou sonhar"
"Dança comigo ********"
Pergunto eu, porquê, mas porquê não mandaram lá o Tony Carreira, sempre tinha os votos dos emigrantes...
Não tenho nada contra a Sabrina, mas porem-na a cantar aquilo...
Mais grave que isso é terem-na considerado a melhor...em Portugal, para nos ir representar lá fora...
Chegaram a ouvir a representante da Hungria? Que voz! Que música... Unsubstantial blues - Magdy Rúzsa, a minha favorita!


  • Legenda (********): Coisas que ela diz, que de tão rápidas não se percebem

1 comentários:

Sara LóLó disse...

O problema é que quem vota para escolher "a melhor" música são os velhinhos que têm como base de educação musical o "Malhão, Malhão" e, portanto, encaram a Sabrina e afins como evolução musical!

P.S.: Dou-te os meus parabéns por teres conseguido perceber mais do que "Dança comigo"...