15 de novembro de 2006

Poderia ter sido tanta coisa...




Poderia ter sido um sonho, aquele dia em que acordei e vi que já era um adulto. Fiquei triste por não ter aproveitado os velhos tempos tão bem como desejava, mas depois senti-me contente porque a partir de hoje vou viver cada dia como se fosse o último, para não me arrepender amanhã.

Poderia ter sido um pesadelo, naquele dia em que as ruas estavam completamente desertas, só existia eu, a chuva e o frio. Senti-me triste por não ter tido um ombro amigo, mas depois fiquei contente por ter conseguido ultrapassar tudo sozinho.

Poderia ter sido um amor eterno, quando um dia tropecei em ti e tu estendeste o teu coração para eu não cair. Fico triste pois esse dia nunca mais voltará, mas também estou contente porque esse dia, guardarei para sempre na memória.

Poderia ter sido uma grande perda, quando aquele miúdo, diante dois caminhos distintos, escolheu precisamente aquele que estava certo. Sinto-me triste porque o miúdo nunca saberá as surpresas e os obstáculos do outro trilho, mas fico particularmente contente, pois aquele miúdo era eu…

Poderia ter sido tanta coisa, que por mais que eu pense ou recorde ou fundamente as minhas escolhas baseando-me nas evidências, vejo que tudo já passou. No entanto isso não me deixa triste, mas será que tenho razões para ficar contente?

1 comentários:

Laudinha disse...

=)fenomenal! Pois é todos nós penso eu pensamos no que poderia ter sido e no que foi de facto... se formos a ver verificamos que o que poderia ter sido não o foi pois as coisas não acontecem por acaso e se aconteceram deste modo é porque tinha que ser desta forma e não de outra... ou seja "nunca te arrependas do que fazes pois se agiste deste modo é porque tinha que ser desta forma...."

E lembra-te "a vida é feita de momentos de eternidade..." ou seja todos os momentos que já passaste ficarão para sempre guardados na tua memória ... nem que seja "numa mais remota recordação..." lol =P Bjinhos para todos!
***Laudinha****