20 de janeiro de 2010

Pseudónimos


Desde há muito tempo que me pergunto o porquê do grande Fernando Pessoa ter usado tantos pseudónimos.
Está bem, ele não era lá muito compreendido no seu tempo e ainda hoje à quem não goste dele como em tudo na vida. Mas não chegava escrever apenas com um? Só para não mostrar o seu verdadeiro nome, manter o anonimato e tal… vá dois, para poder brincar entre um e outro e confundir ainda mais quem o lia.
Para este grande senhor não chegou! Além de escrever com o seu verdadeiro nome ainda teve de inventar três pseudónimos.
Tentei perceber…
Há quem confirme a história da conspiração da confusão de quem escrevia o quê.
Há quem ponha nestes pseudónimos uma forma de escrever sobre vários estilos literários separando cada um deles.
Há até quem fale de reinventar uma nova forma literária.

Tentei fazer o meu próprio teste e mostro-vos hoje a conclusão!
Escrevi algumas coisas com o meu nome verdadeiro, passei a escrever durante algum tempo sob um pseudónimo o vosso conhecido Cephas Zoth, até que me lembrei de tentar com outro pseudónimo também por vós conhecido.
Conclusão: Fernando Pessoa queria apenas descobrir o nome com o qual as pessoas que o liam mais gostavam dele!

Confuso?
Na avaliação da minha escrita, o que escrevi em nome pessoal (Pedro Aguiar) nunca foi reconhecido (maioritariamente pelos professores).
O que escrevi sob o nome de Cephas Zoth tem alguns admiradores mas…
Foi na tentativa de descobrir o porquê do “mas” que descobri, que se postasse com o nome Zapporsson, as pessoas comentavam e apreciavam mais o que estava escrito (exemplo “Um pássaro”).

Walter será melhor começarmos a escrever só com o pseudónimo Zapporsson?
As pessoas comentam mais e melhor!

Até…

13 comentários:

Anónimo disse...

O que dizer? tou sem palavras...
Pedro Aguiar, Cephas Zoth, Zapporsson ou qq outro pseudonimo, essa tua cabeça é tudo...

CarMG disse...

as pessoas até podem comentar mais! agora, melhor?... não sei...

os blogs são coisas muito pessoais! não é como ler um artigo numa revista de alguém que não conhecemos de lado nenhum! num blog vamos ler a pessoa, não vamos ler uma história! é quase como uma novela, melhor... um lado vouyer... existe sempre a tentação de tentar decifrar o que está para lá das palavras e das frases. não o sentido do que está escrito, mas o sentido do que ia na cabeça de quem escreveu! isto faz-se a quem se conhece! (ou a quem se pensa conhecer...)o gozo é outro, bem como a tentação ;)

se há alguém que chama a alguém "sex symbol", é natural que o segundo alguém tenha mais comentários do que o primeiro alguém, não?

é assim, o mundo dos blogs, cheio de teias e pontos de interrogação ;)

continuem a escrever, independentemente de quem o faça ou de quem o assine!

a Gaja disse...

lol

Maçã e Canela disse...

Cada um a sua maneira têm importância neste blogue, ou não fosse ele um projecto dos três.
Quem escreve mais,melhor ou tem mais comentários deve ser a menor das preocupações, o que devem manter é a união e criatividade.

Força
Maçã e Canela*

dona-peppers disse...

Cada peseudonimo é proveniente da desfragmentação do seu criador...Cada pedaço tem o seu mérito e a sua autenticidade, ainda que apenas reconhecida através do "EU maior", mas não menos desgragmentado, de todos esses pedaços...

Rakiely disse...

....eu desconfiava! MUAHAHA! esqueceste-te de uns pormenores =P

embora sejas a mesma pessoa, cad aum deles mostra un pouco de ti, e todos eles juntos és tu. é preciso é que consigas ter isso em mente e n faças na tua vida diaria o que pesosa fazia: agir mesmo consoante cada personagem por ele criada =P

qual o mal de escrever com vários nomes? só mostra versatilidade, mostra que nao te prendes a uma coisa só, gostas de coisas diferentes..
isso é bom ^^

abraço*

Cephas84Zoth disse...

LOOOL Rakiely somos mesmo 3 pessoas... só o post "Um pássaro" é que foi escrito pelo Cephas e publicado como se fosse o Zap ;p
Abraço*

Rakiely disse...

bem..andar assim a tentar enganar n vale! xD de qualquer das formas...n menti^^ hovue pelo menosuns 2 ou 3 textos que li e pensei, bem ...isto esta parecido... mas n implica que tenha de ser a mesma pessoa, é claro! ^^

mas a minha opiniao sobre o 'escrever com varios nomes' mantém-se =P

*

CarMG disse...

nem quero acreditar que o Pseudónimo se dignou a responder a alguém, directamente aqui no blog!!!!

ui... que previlégio!!

Sara (Guarda) disse...

Bem… q grande confusão! Mas independentemente do nome com que assinam os vossos posts, o q realmente importa é q continuem a escrever. Na minha opinião são os 3 mt bons, com estilos diferentes, mas todos com igual importância neste blog.

Em relação ao Fernando Pessoa gostava de deixar um excerto de um poema de um dos seus heterónimos, Álvaro de Campos:

“Sentir tudo de todas as maneiras,
Viver tudo de todos os lados,
Ser a mesma coisa de todos os modos possíveis ao mesmo tempo,
Realizar em si toda a humanidade de todos os momentos
Num só momento difuso, profuso, completo e longínquo.”

Anónimo disse...

Um post brilhante. Não só pela ideia em si mas pela forma como há um jogo de identidades e ao mesmo tempo a forma de escrever permanece tão....entusiasta para quem lê. Quase um vicio. Parabéns.

Claúdia

WalterLove82 disse...

Como eu te percebo amigo Cephas, tambem eu um dia fui confundido...lol, será pela semelhança de estilo da escrita...? (nao acredito), o certo é que pouco importa...é saudável este tipo de "desabafo".
Quanto a ti Cephas ou Pedro (já nem sei bem...lol) és Grande...
Quanto a ti Zapporson, (AQUI) és maior...
Quanto a mim, WalterLove...voltarei, em breve, prometo!

Beijos e abraços

Anónimo disse...

e importante sim a satisfação daqueles que lêem a arte de Pessoa, ms mesmo este como humilde, recatado e absolutamente genial que foi, sempre procurou que as suas ideias chegassem a quem o lia. procurar melhorar constantemenet e algo que nos pedem, ele procurou faze-lo por ele. nao tinha apenas 3 pseudonimos como referiste, mas estes foram os que mais agradaram quem o seguia.
para se proteger sim, utilizou alvaro cunhal, sob o nome de manuel tiago, fugindo a repressao da altura.
todos podemos escrever tapando nos com outros nomes k na realie acabamos por nao ser nos proprios, pois sentimo-nos protegidos e livres de dizer o k pensamos...akilo a antigamente se chamava pseudonimo hoje conhece-se mais por nickname. mesmo nao sendo exactamente igual sao parecidos!
quem gosta de escrever e espalhar akilo que interiormente esconde e apenas alguem genial, o facto d utilizar outros nomes e apenas uma sensação de liberdade.
eu prorpio vou assinar este comentario com uma entidade que n corresponde integralmente a quem o esta a escrever.
voces sao grandes...ate breve...
Carlos D'Almeyda