1 de agosto de 2009

Did I survive?


Depois tudo ficou escuro!

Parecia que o tempo tinha parado e no mesmo momento abri os olhos a custo, para depressa os voltar a fechar devido à luz intensa que se abatia sobre as minhas pupilas.
Deixei-me então ficar de olhos fechados, absorvendo através dos outros sentidos (será que ainda os conseguia ou podia usar?) o que se passava à minha volta.
Paz!
Somente paz!
E ao mesmo tempo que a paz, dor…
Tanta que quase não podia aguentar.
Mas…
Dor?

Como é que podia sentir dor naquele momento?
A menos que…

2 comentários:

CarMG disse...

...a menos que dois sentimentos tão antagonistas pudessem, afinal, ser mais parecidos e próximos do que inicialmente se imagina. Como se, em algumas situações, não pudessem sobreviver dissociados! Acontece...

Catarina disse...

Bom Post Cephas