9 de abril de 2009

Domingo é sempre um domingo



Já se aperceberam bem do poder que tem o domingo?
O dia propriamente dito?! Não é, nem nunca será um dia normal, igual aos outros por mais que o queiramos.
Tem as mesmas horas, pode ter o mesmo clima, podemos passa-lo todo em casa ou sempre na rua, sem fazer nada ou mesmo a trabalhar, mas nunca perde aquele gosto do "dia diferente", um dia ao contrário.
Não há despertador porque não há horas marcadas, não há má disposição ao acordar porque são os filhos que acordam os pais e não há rotinas porque embora o dia saiba sempre igual, realmente nunca o é.
As manhãs são mais frescas, as tardes são mais quentes, o dia estica mais, e a noite é sem dúvida mais relaxante.
Independentemente dos hábitos e rituais de cada um, o domingo é um dia de família, de se estar junto, de fazer um balanço, de cortar com o que passou e olhar para o que virá.
Trabalhar ao domingo será sempre difícil de mastigar, da mesma maneira que uma folga numa terça-feira não sabe a fim-de-semana.
Estranho mas lógico...
Este domingo não será excepção.

2 comentários:

dragon_fly disse...

Incrível como depois de ler o blog me apeteceu voltar a escrever de novo...
Também eu escrevia, só para mim... Um dia desisti! Achei que nunca ninguém iria compreender o porquê de eu o fazer e as explicações que tive de dar sobre um cadernito não chegaram... Ontem dei por mim, à saída do trabalho, na praia de Carcavelos a escrever! Achei que já não o sabia fazer, que se tinha perdido o espírito... Mas a verdade é que naquele ambiente, embalada pela paz revoltada do mar, a caneta tocou o papel e as ideias foram surgindo em turbilhão... Palavras e memórias que só eu recordo, a que só eu dou significado... Pequenas lembranças... Como ouvir aquela música especial que não ouvíamos há tanto tempo, aquele sorriso na hora certa, aquela desconhecida serena que me olha... Enfim dei por mim de lágrimas nos olhos... E tenho de lhe agradecer por isso!

É realmente incrível como um dia da semana tem um "sabor" diferente... Ao domingo as cores são diferentes, os cheiros mais intensos, as noites mais suaves! Grandes domingos passados em família... Até isso se foi!

Queria agradecer-lhe... Num dia em que estava mesmo mesmo muito em baixo foi quem me animou o dia mesmo sem saber! Obrigada por isso!

Ah... Longe dos doentes prefiro que me trate por tu como toda a gente faz! Quando não estou a trabalhar sou só a Sara (sem Dr., sem você, sem formalidades! A mesma Sara que sempre fui; uma miúda mesmo! LOL
Beijoca

coloredleaves» disse...

Eu tenho sempre a sensação que o domigo é sempre diferente de todos os dias, por vezes acho-o mais chato por outras até é bastante agradavel. Nunca percebi porquê.
Escreves muito bem (:
Beijinho*