1 de abril de 2008

Música do dia: Everything



Um dia falaste-me dele. Na altura não liguei muito, gostava de ouvir.. apenas.
Tu dantes costumavas aqui vir, e falavas comigo de todos os textos que aqui colocava, agora não sei, nunca mais te vi, não sei se estás bem, se estás mal, se estás feliz ou se ainda evitas ficar, se ainda te lembras ou se já fizes-te por esquecer, mas se estás a ler isto, esta é para ti.
Pode ser que um dia vejas este post.
Nunca te dediquei nada, para além de curtos momentos atulhados de espenças, que hoje vejo, na altura eram infundadas.
Só para que saibas que ainda me lembro...
Lembro-me que na altura nevava, eu andava de transportes públicos e os dias pareciam diferentes...
Pareciam mais claros.

5 comentários:

A que deixa as palavras fugir... por ti e para ti! disse...

Há sempre alguém que por nós passou numa determinada altura da vida e que deixou marcas. E que a vida afasta de nós... como sería bom rever só mais uma vez todas essas pessoas! Mas o mais importante é o que fizeste: lembrar esse alguém.

Sara LóLó disse...

Por muito mau que seja as pessoas sairem da nossa vida de repente, é sempre bom recordá-las. Por baixo dessa angústia de as termos perdido, fica sempre uma boa sensação associada aos tempos que se passaram com elas.

**

Pipabagagrifas disse...

Quando as memórias estão cada vez mais presentes...

Bonita música, já agora

**

Anónimo disse...

N sei se foi para mim..mas tambem gosto dele!Não sei se estou bem, ou se tento parecer..mas nunca vou esquecer

ZapporssoN_81 disse...

A certeza que te fez pensar que seria para ti, é a mesma que me faz afirmar que é para ti.
Bjo;)