1 de junho de 2007

XXVIII ENEE- O Balanço

"Mas que grande ENEE!
Muitas vezes não nos damos conta que a vida passa por nós a correr e deixamo-nos levar de arrastão, mas naquela semana, fomos nós que passámos a correr pela vida..."
Torna-se um pouco difícil deixar aqui um testemunho fidedigno a tudo o que se passou neste encontro.
Bem sei que não esteve muito calor e até chegou mesmo a chover, mas isso ao pé de tudo o que se viveu naquela semana é zero.
Acordar às horas que queremos, não ter que ir às conferências, jantar como gente grande, assistir a todos os concertos do início ao fim, dançar, tocar e fazer sentir, viver e ajudar a viver, respirar e ajudar a inspirar, como se ontem não tivesse existido e como se o amanhã não existisse mais.
Viver o momento, sem colocar "porquês" e "não posso" a nós próprios.
Gritar, enrouquecer, falar baixinho e entoar bem alto, aquilo que não somos, aquilo que não fazemos, mas gostaríamos de ser... quem sabe até fazer, nesta semana, dedicada a nós, aos amigos e à definição de amigos, à exploração de fronteiras e ao uso dos limites.
Feliz por ter ido, arrependido se não voltar, assim será sempre o meu pensamento, ano após ano, ENEE após ENEE.
Pelo menos penso assim. Enquanto for jovem e tiver coragem para dançar com alguém, dançar contigo ou mesmo com ninguém, mas dançar.
Por nós Enfermeiros e porque temos uma semana que nos é dedicada, para o ano lá estaremos.
Alvoradas todos os dias, deitar quando o sol nasce e sair quando a lua se levanta.
Aqui e só aqui falo por mim mas respondo por alguns...

Ha gajos com sorte, e eu sou um deles!
Porque? - perguntas tu
Porque estive no ENEE

3 comentários:

Sara LóLó disse...

É bom que tenham uma semana só vossa, porque o trabalho de enfermeiro nem sempre recebe o valor que merece.

soni disse...

..."alcool, sexo i drogas" como alguem mo descreveu lol

deve ser geral: desperta curiosidade, é bem verdade!

=) * * *

xixitas =) disse...

Há tanto tempo para comentar um post...

A escolha das palavras torna-se dificil na escrita e aconteceu tanta coisa nesses (curtos) dias..resta mts saudades dos momentos vividos e partilhados, ao som do palco, da viola, dos hummm.. brindes, das alvoradas e das palhaçadas

Os carrinhos de choque e joelhos todos marcados, o paintball, as febras grelhadas no carvão, o limao meio limao...

well, a tudo o que até pode ser algo habitual no dia-a-dia, mas que tem um gosto especial no enee

Assim passou, não o mais fascinante mas, mais um fascinante ENEE e que o próximo chegue depressa!!!

Jinhus:

a quem não gosta da espuma da cerveja..e deixa um post sobre o enee que quando damos conta temos um sorriso formado ao recordar alguns momentos gratificantes *

a quem tem dilemas pk gosta de praia mas n de areia e que andou com o meu cachecol o enee todo, no fim o "perdeu", só perdoo pela cena dos ténis com areia (que noite) e do ... CREDO LOL *

a quem me arrastava para as suas belas danças no meio da grande roda eheheh =) *

enfim jinhus para os três! *chuak*